18 de Novembro de 2017, 11:05*

Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: E-Mail da administração - admin@pinokio.metaiuris.com
Pesquisa avançada  
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Diário de um caçador de Pokemons  (Lida 344 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
VanB
Administrador
*****

Gosto/Não Gosto +37/-0
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 10.189

Agradecimento
-Agradeceu: 368
-Foi Agradecido: 152


Visite www.metaiuris.com um fórum sobre Justiça


« em: 27 de Julho de 2016, 14:18 »


A família Sousa é detentora há largos anos do recorde de Caça aos Gambuzinos, mas com o passar do tempo a tradição estava-se a perder, os filhos já não querem caçar gambuzinos.

E eis que surge oriundo do Japão uma verdadeira loucura mundial, milhões de otários (nome profissional dado aos caçadores de gambuzinhos) agarrados aos smartphones calcurreiam ruas, parques e até locais estranhos à procura de gambuzinos (agora chamados de Pokemons).

Agora os filhos da família Sousa já voltaram a caçar gambuzinos e até partilham essa experiência nas redes socias.

DIÁRIO DE UM CAÇADOR DE GAMBUZINOS

04.00h toca a levantar pois os gambuzinos madrugadores são os mais raros
04.05h xixi rápido vestir a a t shirt e os calções e ala que é Cardoso
04.30h enquanto se bebe um café verifica-se se as baterias de reserva para o smartphone estão carregadas
04.35h aqui vamos nós, hoje o objectivo é caçar 75 pestes
04.45h porra está frio e eu aqui vestidinho como se fosse para a praia
05.00h pausa para descansar um pouco, já andei 10 quarteirões atrás de um filho da mãe esquivo
07.00h 8 km andados e ainda só apanhei dois
09.00h porra já estão 36ºC vai ser um dia do catano
11.00h estou perdido, já andei 20 km, tenho os pés feitos num oito
12.00h viva, encontrei um pokemon no meu hambúrguer, acho que o cacei à dentada
13.00h preciso de outra garrafa de água
14.00h 40ºC acho que vou morrer mas ainda me faltam apanhar 43 gambuzinos
15.00h alguém que me ajude, preciso de uns pés novos e de um banho frio
16.00h correram comigo do café, acharam que eu era um maluquinho mal cheiroso
17.00h percorri a maratona, só preciso de mais um...
18.00h exausto, faminto longe de casa e desidratado ligo para o 112
18.05h informaram-me que terei de me sentar e esperar pois o 112 está um caos com tantos caçadores de gambuzinos a pedir ajuda
20.00h não sei se estou vivo ou morto, mal me mexo e vejo uns tipos de bata branca a fazerem perguntas:
- Que idade tens?
- 74 pokemons caçados
- Há quanto tempo estás aqui?
- Falta um pokemon que me está a fugir.
- Quantos km andaste?
- Não sinto os pés
- Quando bebeste água pela última vez?
- Quero dormir

21.00h Deitado numa maca num corredor do hospital vejo um pokemon azul lá ao fundo
22.00h hidratado e sedado estou a dormir e sonho com um baile de pokemons
23.00h Deram-me alta, precisam da maca para outro maluquinho dos pokemons
24.00h Chego finalmente a casa e o filho da mãe do pokemon está-se a rir
01.00h Sem baterias, cansado vejo o pokemon pendurado no candeeiro do quarto a fazer a dança do varão
02.00h Decidi deixar de caçar pokemons, beber até cair para o lado ainda é mais saudável
03.00h não consigo adormecer, o raio do pokemon ainda está a gozar comigo e já bebi uma garrafa de wisky
04.00h toca o despertador (com o som POKEON POKEMON POKEMON)
05.00h só há uma forma de acabar com isto, vou aderir ao Daesh e rebentar algures por aí
06.00h BUMMMM

Por VanB

Registado

Para aceder aos anexos ou ver os links escondidos, deverá fazer o Login
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para: